NotíciasTestes e LançamentosViagens e AventuraFotosOpiniãoDicasMecânica
atualizado em 05 de novembro de 2007                       quem somos | contato | newsletter       

   
 
Range Rover Sport


Muito luxo, conforto e competência fora da estrada. O novo Range Rover Sport chega ao Brasil

Desejos para 2014


Roberto Nasser abre o ano com uma lista de desejos para os leitores terem um novo ano perto da perfeição

Novo Logan


Quase 80 por cento do novo Logan são novos mesmo. A Renault mudou quase tudo no modelo, que tem seus atrativos
 
Carro do Brasil 2007

foto de Jorge Meditsch

Três Candangos, o Volvo Carbrasa e um Alfa Romeo de competição, entre os destaques da mostra
As linhas do Museu Nacional, ao lado da Catedral de Brasília, emolduraram a exposição de cerca de 80 automóveis que fez parte do evento Carro do Brasil 2007, realizada na capital federal.

A promoção comemorou simultaneamente os 50 anos da indústria automobilística brasileira, 30 anos da Fiat no Brasil e 40 anos do lançamento do Puma e do Ford Galaxie.

Além de um panorama abrangente dos modelos lançados no país ao longo dos últimos 50 anos, a mostra apresentou alguns carros especialmente raros, difíceis de serem vistos mesmo em encontros de prestígio. Entre eles, a perua Volvo PV 445 Carbrasa, um veículo não exatamente nacional, mas com bastante importância histórica. A camionete é uma modificação do sedã Volvo importado da Suécia na década de 1950, realizada pela concessionária carioca Carbrasa, possivelmente a única remanescente.

Marcas extintas - Para as novas gerações, a exposição foi uma oportunidade de conhecer carros de marcas que não mais existem no país, como a DKW, FNM - Alfa Romeo, Romi Isetta, Puma, Malzoni e Chrysler. Entre os modelos fabricados pela DKW Vemag, destacaram-se na exposição três jipes Candango, cujo nome homenageava, na época, os operários que construíram Brasília.

Outra peça raríssima mostrada foi o FNM Onça, carro que nunca chegou a entrar em produção, construído por Rino Malzoni, criador também do DKW Malzoni, carro que marcou época nas pistas nacionais e acabou dando origem ao Puma.

Chamando a atenção por suas linhas, brilhou também um exemplar do Uirapuru, carro-esporte fabricado pela Brasinca com mecânica Chevrolet na década de 1960. Outros destaques foram o Chrysler GTX, um esportivo de quatro portas derivado do Simca e o Ford Landau que serviu à Presidência da República no início dos anos 80.

Homenagem - Paralelamente à mostra, o evento homenageou três pilotos brasileiros que se destacaram internacionalmente na década de 1950: Chico Landi, Fritz D'Orey e Jean-Louis Lacerda Soares. Afora Chico Landi, homenageado postumamente, que teve longa carreira também internamente, D'Orey e Lacerda Soares são nomes menos conhecidos do público, mas que tiveram participações expressivas no automobilismo nacional e internacional.

Jean-Louis Lacerda Soares foi o vencedor da corrida que comemorou a inauguração de Brasília, em 1960, pilotando uma Ferrari. Fritz D'Orey participou da Fórmula 1, além de disputar com sucesso inúmeras provas de várias categorias na Europa e Estados Unidos antes de interromper sua carreira devido a um grave acidente na pista de Le Mans, na França, que o levou a abandonar o automobilismo.

VEJA OS CARRO EXPOSTOS EM NOSSA GALERIA


GALERIA DE IMAGENS
Carro do Brasil 2007





Jorge Meditsch


-----------------------------------------------------------------------------------------------
anterior | índice | próxima